New ‘Super-Earth’ Discovered in Close Proximity to Our Solar System

Novo ‘Super-Terra’ Descoberto Próximo ao Nosso Sistema Solar

Em uma descoberta notável, a NASA anunciou a detecção de uma “super-Terra” na zona habitável de um sistema solar próximo. Designado como TOI-715 b, esse exoplaneta é aproximadamente 1,5 vezes mais largo que a Terra e está localizado a apenas 137 anos-luz de distância de nós. Embora possa soar distante, é considerado relativamente próximo em termos astronômicos, especialmente quando comparado à vasta extensão da nossa galáxia Via Láctea, que se estende por aproximadamente 100.000 anos-luz.

TOI-715 b orbita uma estrela anã vermelha, que é menor e mais fria que o nosso Sol. Devido à temperatura mais baixa da estrela, essa super-Terra pode orbitar em maior proximidade e ainda permanecer dentro da zona habitável. A zona habitável se refere à região ao redor de uma estrela onde as condições são adequadas para a existência de água líquida na superfície de um planeta, tornando-o potencialmente capaz de sustentar vida.

Uma vantagem intrigante da órbita mais próxima de TOI-715 b é a frequência com que ele passa na frente de sua estrela. Essa ocorrência regular torna significativamente mais fácil para os cientistas rastrearem e estudarem as características do planeta. De fato, um “ano” em TOI-715 b dura apenas 19 dias.

Dentro do mesmo sistema solar, os pesquisadores também identificaram outro planeta mais parecido com a Terra. Se confirmado, ele se tornaria o menor planeta em zona habitável já descoberto pelo Satélite de Pesquisa de Exoplanetas em Trânsito (TESS, na sigla em inglês) da NASA, lançado em 2018. O TESS é fundamental na identificação de exoplanetas em potencial, que são posteriormente observados e classificados usando o Telescópio Espacial James Webb da NASA.

Essa descoberta inspiradora foi liderada por uma equipe de cientistas, liderada por Georgina Dransfield da Universidade de Birmingham, Reino Unido. Os resultados de seu estudo foram publicados na prestigiada revista “Monthly Notices of the Royal Astronomical Society”.

Embora as super-Terras, como TOI-715 b, sejam maiores do que nosso planeta, elas ainda estão dentro de uma faixa de tamanho mais leve do que gigantes de gelo como Netuno e Urano. Planetas super-Terra podem consistir em uma combinação de rocha e gás e podem ter até 10 vezes mais massa que a Terra. No entanto, deve-se notar que nem todas as super-Terras são necessariamente habitáveis. Sua composição pode variar amplamente, incluindo a possibilidade de mundos aquáticos, planetas de gelo ou até mesmo planetas predominantemente compostos por gás denso, semelhante a Netuno.

Para uma comparação visual fascinante entre a Terra e TOI-715 b, a NASA oferece uma ferramenta interativa que nos permite apreciar a escala e a maravilha desses objetos cósmicos. A descoberta desta super-Terra serve como um lembrete da vastidão e diversidade do nosso universo, despertando nossa curiosidade e expandindo os limites de nossa compreensão de mundos distantes.

FAQ

1. O que é TOI-715 b?
TOI-715 b é um exoplaneta “super-Terra” localizado na zona habitável de um sistema solar próximo. Ele é aproximadamente 1,5 vezes mais largo que a Terra e está localizado a 137 anos-luz de distância de nós.

2. Quão distante está TOI-715 b em termos astronômicos?
TOI-715 b é considerado relativamente próximo em termos astronômicos, pois está apenas a 137 anos-luz de distância da Terra. Isso é pequeno em comparação com a vasta extensão de nossa galáxia Via Láctea, que se estende por aproximadamente 100.000 anos-luz.

3. O que é a zona habitável?
A zona habitável se refere à região ao redor de uma estrela onde as condições são adequadas para a existência de água líquida na superfície de um planeta, tornando-o potencialmente capaz de sustentar vida.

4. Que vantagem a órbita mais próxima de TOI-715 b possui?
A órbita mais próxima de TOI-715 b ao redor de sua estrela anã vermelha facilita para os cientistas rastrearem e estudarem as características do planeta. Ele passa regularmente na frente de sua estrela, proporcionando mais oportunidades de observação.

5. Foi descoberto outro planeta semelhante à Terra no mesmo sistema solar?
Sim, dentro do mesmo sistema solar, os pesquisadores identificaram outro planeta que é mais parecido com a Terra. Ele se tornaria o menor planeta em zona habitável já descoberto pelo Satélite de Pesquisa de Exoplanetas em Trânsito (TESS) da NASA.

6. Qual é o objetivo do Satélite de Pesquisa de Exoplanetas em Trânsito (TESS) da NASA?
O TESS é fundamental na identificação de exoplanetas em potencial, que são posteriormente observados e classificados usando o Telescópio Espacial James Webb da NASA. Ele ajuda na busca por planetas em zona habitável.

Termos-chave:
– Super-Terra: um tipo de exoplaneta maior que a Terra, mas mais leve do que gigantes de gelo como Netuno e Urano. Ele pode consistir em uma combinação de rocha e gás e pode variar em composição.
– Exoplaneta: um planeta que orbita uma estrela fora do nosso sistema solar.
– Satélite de Pesquisa de Exoplanetas em Trânsito (TESS): um satélite da NASA lançado em 2018 para buscar exoplanetas detectando pequenas quedas no brilho das estrelas causadas por planetas orbitando passando na frente delas.
– Telescópio Espacial James Webb: um observatório espacial de grande porte programado para ser lançado em 2021, que ampliará bastante nosso conhecimento do universo, incluindo o estudo de exoplanetas.

Links relacionados:
– Site da NASA
– Missão TESS
– Telescópio Espacial James Webb