Japan’s SLIM Moon Probe Resumes Mission Despite Initial Setbacks

Japão retoma missão SLIM à lua apesar de contratempos iniciais

A primeira missão lunar do Japão, Smart Lander for Investigating Moon (SLIM), enfrentou contratempos iniciais após um pouso acidentado e uma falha na geração de energia devido ao posicionamento incorreto de seus painéis solares. No entanto, após esperar o sol subir mais alto no céu lunar, a sonda agora está operando novamente.

A Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA) estabeleceu com sucesso a comunicação com a sonda, que retomou sua missão de capturar imagens da superfície da lua e transmiti-las de volta à Terra. O objetivo principal da missão é analisar a composição das rochas de olivina na superfície lunar, fornecendo informações valiosas sobre a origem e evolução da lua.

O pouso do SLIM, embora não tão preciso quanto o planejado, conseguiu pousar a apenas 55 metros de seu alvo, próximo à cratera Shioli, uma área coberta por rochas vulcânicas. Esse feito tornou o Japão o quinto país do mundo a alcançar a superfície lunar, juntando-se aos Estados Unidos, União Soviética, China e Índia.

A sonda está equipada com uma câmera espectral multibanda, que permite uma análise detalhada das rochas. Na verdade, a JAXA já identificou seis rochas e as nomeou com raças de cães. A agência até compartilhou uma foto em preto e branco da superfície lunar rochosa, exibindo uma das rochas que eles chamaram de “Poodle de Brinquedo”.

Embora o SLIM esteja atualmente de volta aos trilhos e espera-se que opere por vários dias terrestres, há incertezas quanto ao seu desempenho durante as noites lunares extremamente frias. No entanto, a JAXA permanece esperançosa e está focada em coletar o máximo de dados possível durante o período ativo da missão.

No geral, apesar dos desafios iniciais enfrentados pelo SLIM, a retomada de sua missão representa um marco importante para o programa espacial do Japão e contribui para o nosso crescente entendimento da lua.

Perguntas Frequentes:

1. O que é o Smart Lander for Investigating Moon (SLIM)?
SLIM é a primeira missão lunar do Japão, uma sonda enviada para analisar a composição das rochas de olivina na superfície lunar e fornecer informações sobre a origem e evolução da lua.

2. Quais contratempos SLIM enfrentou inicialmente?
SLIM enfrentou um pouso acidentado e falha na geração de energia devido ao posicionamento incorreto dos painéis solares.

3. SLIM retomou sua missão?
Sim, após esperar o sol subir mais alto no céu lunar, a sonda está operando novamente. A Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA) estabeleceu com sucesso a comunicação com o SLIM, que retomou a captura de imagens da superfície da lua e a transmitiu de volta à Terra.

4. Onde SLIM pousou?
SLIM conseguiu pousar a apenas 55 metros de seu alvo, próximo à cratera Shioli, uma área coberta por rochas vulcânicas.

5. Qual é o objetivo principal da missão do SLIM?
O objetivo principal da missão do SLIM é analisar a composição das rochas de olivina na superfície lunar para obter informações sobre a origem e evolução da lua.

6. Quantos países já alcançaram a superfície da lua?
O Japão é o quinto país do mundo a alcançar a superfície lunar, juntando-se aos Estados Unidos, União Soviética, China e Índia.

7. Que equipamento o SLIM possui?
O SLIM está equipado com uma câmera espectral multibanda, que permite uma análise detalhada das rochas lunares.

8. Quantas rochas a JAXA já identificou na superfície lunar?
A JAXA já identificou seis rochas na superfície lunar e as nomeou com raças de cães.

9. Que desafio o SLIM enfrenta durante as noites lunares?
Existe incerteza quanto ao desempenho do SLIM durante as noites lunares extremamente frias.

10. Qual é o foco da JAXA durante o período ativo da missão?
A JAXA está focada em coletar o máximo de dados possível durante o período ativo da missão.

Definições:

– SLIM: Smart Lander for Investigating Moon, a primeira missão lunar do Japão.
– JAXA: Agência de Exploração Aeroespacial do Japão, a organização responsável pelo programa espacial japonês.
– Rochas de olivina: rochas na superfície lunar que contêm olivina, um mineral composto por magnésio, ferro e sílica.
– Noites lunares: o período de escuridão na lua quando o sol está abaixo do horizonte lunar.

Links relacionados sugeridos:
– Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA)
– Anúncio oficial da JAXA sobre a missão do SLIM
– Programa Artemis da NASA