Eating Salads in Space: An Unexpected Health Risk

Comer saladas no espaço: um risco inesperado para a saúde

Num estudo recente conduzido por investigadores da Universidade de Delaware, descobriu-se que alface e outros vegetais verdes folhosos cultivados no espaço podem ser mais suscetíveis a infeções bacterianas do que aqueles cultivados na Terra. Esta descoberta levanta preocupações sobre a segurança de consumir saladas durante missões espaciais.

A NASA tem estado a cultivar alface na Estação Espacial Internacional (EEI) há mais de três anos, fornecendo aos astronautas produtos frescos e uma sensação de casa. Estas verduras são cultivadas em ambientes controlados na EEI, com especial atenção dada às condições de temperatura, água e luz. No entanto, o estudo revelou que estas condições podem, na verdade, tornar as plantas mais propensas a infeções por patógenos humanos, como a Salmonella.

Os investigadores expuseram a alface a um ambiente de microgravidade simulada, semelhante ao da EEI, e descobriram que as plantas apresentavam um comportamento inesperado. Normalmente, quando as plantas detetam um agente stressante como a bactéria, os estômatos, que são pequenos poros nas folhas e caules, fecham-se para se defenderem da ameaça. No entanto, em condições de microgravidade, as plantas de alface mantiveram os estômatos abertos em vez de os fechar como mecanismo de defesa.

Para criar o ambiente de microgravidade simulada, os investigadores usaram um dispositivo chamado clinostato, que rodava as plantas a alta velocidade. Embora não seja verdadeira microgravidade, este método eliminava efetivamente o sentido de direção das plantas. O estudo também explorou a utilização potencial de uma bactéria auxiliar chamada B. subtilis UD1022 para proteger as plantas contra a Salmonella. Surpreendentemente, a equipa de pesquisa descobriu que a bactéria não conseguiu proporcionar proteção em condições semelhantes às do espaço.

No futuro, os investigadores sugerem possíveis soluções para mitigar o risco de infeções bacterianas em vegetais cultivados no espaço. A esterilização das sementes antes do cultivo e a incorporação de genética melhorada podem ajudar a reduzir a presença de micróbios nas plantas. No entanto, a entrada de micróbios no ambiente espacial continua a ser uma preocupação.

Estas descobertas destacam a necessidade de mais investigação e precauções no que diz respeito ao cultivo e consumo de produtos frescos no espaço. À medida que as missões espaciais se tornam mais frequentes e prolongadas, garantir a segurança e o valor nutricional da dieta dos astronautas será crucial para o seu bem-estar e para o sucesso das missões.

(Fonte: Artigo original retirado de https://www.mid-day.com/articles/eating-lettuce-salads-in-space-is-bad-for-health-researchers/23018252)

Perguntas Frequentes:

1. O que um estudo recente realizado por investigadores da Universidade de Delaware descobriu sobre a alface e outros vegetais verdes folhosos cultivados no espaço?
– O estudo descobriu que estes vegetais cultivados no espaço podem ser mais suscetíveis a infeções bacterianas do que aqueles cultivados na Terra.

2. Por que motivo esta descoberta é preocupante?
– Esta descoberta levanta preocupações sobre a segurança de consumir saladas durante missões espaciais.

3. Há quanto tempo a NASA tem cultivado alface na Estação Espacial Internacional (EEI)?
– A NASA tem cultivado alface na EEI há mais de três anos.

4. Como são cultivadas estas verduras na EEI?
– Estas verduras são cultivadas em ambientes controlados na EEI, com especial atenção dada às condições de temperatura, água e luz.

5. O que os investigadores observaram nas plantas de alface num ambiente de microgravidade simulada?
– As plantas de alface em condições de microgravidade mantiveram os estômatos abertos em vez de os fechar como mecanismo de defesa contra bactérias.

6. Como os investigadores criaram um ambiente de microgravidade simulada?
– Eles utilizaram um dispositivo chamado clinostato, que rodava as plantas a alta velocidade para eliminar o sentido de direção das plantas.

7. A bactéria auxiliar chamada B. subtilis UD1022 ofereceu proteção contra a Salmonella em condições semelhantes às do espaço?
– Não, a equipa de pesquisa descobriu que a bactéria não conseguiu proporcionar proteção em condições semelhantes às do espaço.

8. Quais são as soluções sugeridas para mitigar o risco de infeções bacterianas em vegetais cultivados no espaço?
– A esterilização das sementes antes do cultivo e a incorporação de genética melhorada são soluções sugeridas para reduzir a presença de micróbios nas plantas.

9. Por que motivo a entrada de micróbios no ambiente espacial ainda é uma preocupação?
– Embora as soluções possíveis possam ajudar a reduzir o risco, a entrada de micróbios no ambiente espacial ainda é uma preocupação que precisa de ser resolvida.

10. O que este estudo enfatiza sobre o cultivo e consumo de produtos frescos no espaço?
– O estudo destaca a necessidade de mais investigação e precauções para garantir a segurança e o valor nutricional da dieta dos astronautas no espaço.

Termos e Definições Principais:

– Microgravidade: Uma condição de aparente ausência de peso vivenciada por objetos em órbita ao redor da Terra, onde a força da gravidade é reduzida.
– Estômatos: Pequenos poros nas folhas e caules das plantas que regulam a troca de gases, incluindo a absorção de dióxido de carbono e a libertação de oxigénio.
– Patógenos: Microrganismos causadores de doenças, como bactérias.
– Salmonella: Um tipo de bactéria que pode causar doenças transmitidas por alimentos, frequentemente associadas a alimentos ou água contaminados.

Links Relacionados Sugeridos:

– Website da NASA